• Gabriella Ferreira

Erros comuns em sites: evite perder leads e clientes



Erros comuns em sites são os maiores empecilhos dos negócios que investiram em seus endereços digitais para a atração de leads e a sua posterior conversão em clientes. Aprenda a evitar más decisões e encerre de uma vez por todas o ciclo de perda de tráfego

e de oportunidades de conversão.


Essas são perguntas ouvidas o tempo todo por especialistas, quando consultados sobre problemas em sites:


- Por que meu site está apanhando para conseguir vender?

- Por que não estou recebendo leads através do meu site?

- Por que meu site não está obtendo negócios suficientes?

- Por que os visitantes do meu site não estão convertendo?


Estas pessoas gastaram pequenas fortunas criando sites atraente para seus negócios. Agora, elas querem saber por que não estão recebendo enxurradas de tráfego, leads ou vendas do jeito que esperavam.


Para os especialistas que dedicaram tempo para entender os negócios e as estratégia

de marketing online, fica bem claro por que estes sites não estão convertendo.

Se este é o seu caso, este artigo ajudará você a entender quais erros de promoção do site podem estar sendo cometidos e e os motivos que estão causando a perda de leads e clientes.


7 erros comuns em sites que podem estar atrapalhando os negócios


#1. Não entender o que seus clientes querem


Você já passou algum tempo entendendo quem são seus clientes? Você sabe o que eles realmente querem e precisam?

Você conhece as palavras que eles usam quando se referem a produtos e serviços semelhantes aos seus? Você sabe quais palavras-chave estão digitando nos mecanismos de pesquisa em diferentes pontos da jornada do cliente?


Se você não conhece os dados de inteligência do cliente, como poderá criar um conteúdo que os faça se interessarem por seus produtos e serviços?


Como você será capaz de criar blog posts que respondam às suas demandas e que os levem a agir, seja através de uma ligação telefônica ou do preenchimento de um formulário no seu site?


#2. Pensar que o marketing é uma atividade única


Muitas pessoas acreditam que apenas a criação de um site basta para gerar muitos negócios. Outras pensam que podem administrar um negócio gastando em marketing apenas alguns meses por ano.

A menos que o seu negócio seja sazonal, essa não é uma maneira sustentável de gerenciá-lo. O marketing é o combustível que move a sua empresa. Se você parar de gastar dinheiro com a promoção do site, seu negócio logo ficará sem combustível e acabará parando no meio do caminho.

Não seja o criador de conteúdo que pratica o método de marketing “posta e reza”. Qualquer blogueiro que se preze sabe que o segredo do seu negócio é 20% criação de conteúdo e 80% promoção desse conteúdo.

Se você não estiver sempre, sempre mesmo! promovendo seu site, não poderá criar impulso suficiente para obter tráfego satisfatório.

Em vez disso, você verá seus concorrentes que ESTÃO promovendo seus sites acenarem para você enquanto o ultrapassam na corrida por leads e clientes.


O tráfego é a força vital de qualquer negócio online. Sem ele, seus leads e clientes logo secarão e seu negócio morrerá prematuramente.


#3. Não criar conteúdo que converta


Seu conteúdo responde às perguntas que seus clientes estão perguntando de uma maneira que eles realmente possam entender? Ou ele é tão técnico e chato que chega a dar sono?

Escrever conteúdo que converta requer habilidades que nem todo mundo possui. Não se trata de exibir conhecimentos ou mostrar sua experiência. Guarde isso para as conferências em que você encontra seus colegas e outros treinadores ou consultores.


Em vez de falar sobre recursos, fale sobre como seu produto ou serviço mudará suas vidas. Em vez de termos técnicos e jargões, apresente expressões que seus clientes realmente usam em conversas no dia a dia.


Além das tradicionais ferramentas de palavras-chave, uma das melhores fontes de pesquisa de idéias de conteúdo são os resultados de sugestão automática fornecidos pelo Google e Bing. Esses dados são uma mina de ouro para dicas sobre a visão do seu cliente, se você souber usá-los bem.


#4. Não oferecer uma oferta irresistível aos visitantes do site

Quando os visitantes acessam seu site, eles recebem uma oferta irresistível, que os influencia a fornecer seus dados em troca de um presente? Caso contrário, é provável que eles saiam do seu site sem ligar para você ou preencher o formulário de contato (que provavelmente seja chato). Assim, você perde a chance de acompanhá-los, talvez para sempre…

Se você não tem como capturar visitantes iniciantes no seu site, não poderá aproveitar o tráfego para transformá-lo em leads e clientes.

Lembre-se: os visitantes do site geralmente são céticos quanto a alguém poder ajudá-los com seus problemas. Você precisa enviar os visitantes do site para uma página de destino (landing page) que converta ou para uma página com um pop-up ou formulário que captura seus endereços de email. Caso contrário, você deixará muito dinheiro em cima da mesa, principalmente se estiver gastando em publicidade para geração de tráfego.

São necessários de sete a 13 toques/cliques para que as pessoas conheçam, curtam, confiem em você e construam um relacionamento a ponto de se sentirem à vontade para comprar seus produtos e serviços online.

Você precisa capturar os emails deles e inseri-los em uma sequência de acompanhamento automatizada, projetada para oferecer conteúdo valioso consistentemente e lembrá-los dos benefícios de seus produtos e serviços. Dessa forma, você pode converter um visitante ocasional do site em um lead e, finalmente, em um cliente pagante.

#5. Não ter um funil de vendas em funcionamento

Depois de capturar um lead em seu site, você tem um funil de vendas que o converterá em cliente? Você precisa segmentá-lo, dependendo do tipo de conteúdo para o qual se inscreveu, e enviar mensagens direcionadas aos seus interesses.

Esteja você vendendo um curso de baixo custo ou um workshop de valor alto, é necessário enviar aos leads uma série de mensagens bem escritas, projetadas para convertê-los em clientes pagantes.

Sua série de mensagens de acompanhamento deve alimentar os leads, enviando dicas e informações valiosas para lembrá-los de seus benefícios, bem como conteúdo de vendas que os converta em clientes. Junte isso a uma oferta de baixo custo (como um curso online) para tornar seus assinantes dispostos a provar seus produtos e gastar dinheiro com você. Assim, seu orçamento de marketing se pagará.

#6. Não atrair tráfego suficiente

Supomos que seu consultor de marketing digital colocou você no top 10 do Google para algumas palavras-chave de cauda longa, mas o tráfego pinga tão lentamente que você chega a pensar que seria melhor nem ter um site. Se você realmente deseja ter um funil de vendas que converta, precisará de muito mais tráfego do que está recebendo agora. E isso significa escrever e promover conteúdo de autoridade para pesquisas de alto tráfego.

Os visitantes oriundos de pesquisas de alto tráfego podem não ser tão segmentados quanto os visitantes atraídos pelas palavras-chave de cauda longa, mas a segmentação de palavras-chave de alto tráfego atrairá muito mais visitantes, os quais podem optar por entrar na sua lista e se converter em clientes ao longo do processo.

Não tenha medo de procurar palavras-chave de alto tráfego. Se você escrever um ótimo conteúdo e conseguir links de alta autoridade de domínio apontando para o seu site, poderá definitivamente melhorar sua classificação e tráfego de pesquisa com o tempo. Além disso, os mecanismos de pesquisa não são a única fonte de tráfego. Separe um orçamento para adquirir tráfego pago de várias fontes, e não apenas de anúncios do Facebook.

#7. Não estar disposto a investir em marketing

Se você é uma daquelas pessoas que deseja contar com recursos gratuitos e baratos para o seu marketing, boa sorte para obter os resultados esperados. Claro, você pode contratar um estudante de marketing para ajudar ou pagar por posts de baixo custo. Mas, como diz o ditado, o barato sai caro. Você acabará pagando pessoas que não têm ideia do que estão fazendo ou que não sabem quais estratégias de marketing online funcionam e quais não, porque não alcançaram nenhuma medida de sucesso fazendo isso por si mesmas. Portanto, se você não estiver disposto a investir no marketing do site, em breve será um desses empresários citados no início do artigo, se perguntando:

“Por que meu site não está convertendo?”

Pense nisso.


1 visualização

Segunda - Sexta | 09h - 19h

R. 1542, 715 - SL 26 - Centro

Balneário Camboriú/SC

Tel. (47) 3021.1984

Cel. (47) 9 9702.0187

atendimento@stageprodutora.com.br

© Copyright 2020 STAGE PRODUTORA. Desenvolvido por Gath Soluções